www.CANAADOSCARAJAS.pa.gov.br
NOTÍCIAS
SERVIÇOS ONLINE
 
 
Prefeitura
 
(94) 3358-1322
 
DMTC (viatura)
 
(94) 9104-0544
 
SINE
 
(94) 3358-1319
 
Conselho Tutelar
 
(94) 3358-1764 / 9150-4513
 
Hospital Municipal
 
(94) 3358-1671
 
Polícia Militar (viatura)
 
(94) 9154-6464

   
 
Prefeitura decreta ponto facultativo na quinta-feira (13)
Fonte: Vinícius de Paula - Ascom PMCC
Postada em: 10/04/2017
Devido ao Feriado Nacional da Paixão de Cristo na próxima sexta-feira (14), a Prefeitura de Canaã dos Carajás, por meio do decreto 894/2017, declarou ponto facultativo o expediente da quinta-feira (13), para os servidores dos órgãos e entidades da Administração Pública Municipal.

O decreto não se aplica aos setores de emergência, como o Hospital Municipal Daniel Gonçalves, Serviço Autônomo de Água e Esgoto (SAAE), Vigilância Sanitária, Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte (SETTRAN), que atenderão em sistema de plantão, tanto na quinta quanto na sexta-feira.

Paixão de Cristo

Paixão (do latim tardio passio -onis, derivado de passus, particípio passado de patī «sofrer») é o termo teológico cristão utilizado para descrever os eventos e os sofrimentos — físicos, espirituais e mentais — de Jesus nas horas que antecederam sua prisão, julgamento e execução. Este evento, a crucificação, é um tema central às crenças cristãs.

Segundo a Bíblia Sagrada, a crucificação ocorreu no ano 33 d.C. Jesus, que os cristãos acreditam ser o Filho de Deus e também o Messias, foi preso, julgado pelo sinédrio judeu e condenado pelo govenador da província romana da Judeia, Pôncio Pilatos, a ser flagelado e finalmente executado na cruz.

Os trechos dos quatro Evangelhos da Bíblia que descrevem estes eventos são conhecidos como as "narrativas da Paixão". O "Evangelho de Pedro", considerado apócrifo, também aborda o período. O relato bíblico afirma que na crucificação, Jesus recebeu a "ira de Deus", em detrimento da salvação e vida eterna dos que creriam no Cristo.

Escritores do primeiro século d.C. como Josefo (Antiguidades), Tácito (Anais), Suetônio (Cláudio), e Plínio, o Jovem (carta para Trajano), relatam em seus livros a vida e crucificação de Jesus, mas a história também é refutada. Pensadores como Emílio Bossi (Jesus Cristo Nunca Existiu) e Friedrich Nietzsche (O Anticristo), afirmam que tudo não passa de conto religioso e que é possível construir a sociedade independente de preceitos cristãos.



* Fragmento de arte de Elizabeth Wang
 
  Comentários
   
 
 
 
 
www.canaadoscarajas.pa.gov.br
Todos os direitos reservados 2013-2016. Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás, Pará, Brasil
Site desenvolvido pela ASCOM
Prefeitura decreta ponto facultativo na quinta-feira (13)