www.CANAADOSCARAJAS.pa.gov.br
NOTÍCIAS
SERVIÇOS ONLINE
 
 
Prefeitura
 
(94) 3358-1322
 
DMTC (viatura)
 
(94) 9104-0544
 
SINE
 
(94) 3358-1319
 
Conselho Tutelar
 
(94) 3358-1764 / 9150-4513
 
Hospital Municipal
 
(94) 3358-1671
 
Polícia Militar (viatura)
 
(94) 9154-6464

   
 
Prefeito prevê 2016 difícil em todo o Brasil, mas garante que investimentos continuam: ??Não perdemos o otimismo?
Fonte: Wellington Borges - Ascom PMCC
Postada em: 22/01/2016
Responsável pela administração do município paraense com o melhor índice de desenvolvimento, segundo levantamento da Federação das Indústrias do Rio de Janeiro (Firjan), o prefeito de Canaã dos Carajás, Jeová Andrade (PMDB), chega ao quarto ano do mandato com um balanço positivo das ações desenvolvidas na cidade, que abriga a implantação do projeto que é considerado a ??menina dos olhos? da mineradora Vale, o S11D.

Jeová lembra que o município precisa lidar com o legado contraditório dos investimentos em mineração, que mudaram o perfil da ??terra prometida?. Em operação, a mina do S11D deve levar Canaã dos Carajás às primeiras posições na arrecadação do Estado. Em contrapartida, a migração de pessoas atraídas pelo empreendimento - em um país que vive uma das maiores crises da história recente - já fez a população saltar de pouco mais de 10 mil pessoas, em 2000, para mais de 50 mil, segundo estimativas atuais.

A atual administração mantem o ??Asfalta Canaã? (programa de infraestrutura que levou pavimentação, rede de água e esgoto a 80 Km de ruas nos últimos dois anos) como uma das principais prioridades, ao lado da educação e da saúde. Nessa entrevista, o prefeito pontua os desafios e as dificuldades previstas para o ano de 2016. Acompanhe abaixo:

Canaã foi considerado o primeiro município em desenvolvimento no estado do Pará pelo Índice Firjan (Federação das Indústrias do Rio de Janeiro), com base em dados de 2013. Nos próximos anos é possível manter esse protagonismo?

Com certeza, nos próximos anos, esse índice pode ser melhor. Com as grandes parcerias que fizemos com a Vale, a Fundação Vale e a sociedade em geral, podemos ter um destaque maior em 2013 e 2014. Podemos dizer que nesses últimos dois anos melhorou muito a estrutura do município e a qualidade dos serviços prestados. Um exemplo é que não tínhamos uma quadra de esportes coberta e hoje temos em todas as escolas, que estão com uma estrutura boa, assim como as unidades de saúde. Isso terá um efeito muito positivo nesse levantamento.

Em 2015 o senhor fez questão de destacar, em várias oportunidades, a preocupação com a crise nacional e a queda no preço do minério. Em 2016 o horizonte é melhor?

A minha preocupação aumentou. A cada dia a crise está mais visível. Aqui em Canaã, as empresas que atuam na implantação do S11D já estão iniciando a desmobilização e, com certeza, a receita começa a cair. Porém o nosso ritmo de trabalho não será diminuído. A gente espera manter o ritmo de asfaltamento na cidade, continuar melhorando a infraestrutura. Assinamos agora o convênio pra construir três escolas infantis, duas praças, e estamos em fase de conclusão da ampliação do hospital, construção da feira coberta e novos três postos de saúde. A preocupação aumentou, mas não perdemos o otimismo em nenhum momento.

Qual o balanço o senhor faz da sua gestão até o momento?

Avançamos muito em relação a quando assumimos. ? inegável e visível isso nas ruas. Pegamos um município inadimplente, com mais de R$ 80 milhões de dívidas, faltava o básico, como carteiras nas escolas, não era possível andar no centro, que estava esburacado. Hoje conseguimos concluir mais de 80 Km de asfalto, com rede de água e esgoto, construímos mais de 50 salas de aula, saímos de vários alugueis de prédios públicos e levamos melhorias a todas as vilas. Se meu mandato terminasse hoje, eu já sairia de cabeça erguida, dizendo que conseguimos melhorar bem a nossa cidade.

O programa de asfaltamento foi carro chefe da administração até o momento. Vai continuar sendo prioridade? Qual a meta para esse ano?

Nossa meta prioritária é a terceira etapa do programa. Serão mais 50Km esse ano e mais 20 Km de recapeamento de vias antigas.

Canaã ainda vive um problema que é comum na educação do sul e sudeste do Pará, que é o turno intermediário nas escolas. Como acabar com isso?

? uma meta que a gente persiste. Infelizmente ainda temos algumas escolas que funcionam assim. Temos que construir mais escolas. Já assinamos o convênio para construir três escolas infantis. Nossa meta na educação é acabar com o turno intermediário e buscar uma faculdade para o nosso município.

Como estão as obras da Feira do Produtor?

Temos previsão de inaugurar em abril. As obras estão adiantadas, a empresa agora está trabalhando duro para a conclusão dessa obra, que é importante para Canaã.

Canaã tem destaque nacional hoje por causa de um grandioso projeto de mineração em curso. O que pode ser feito para tentar diversificar a economia e evitar que o município fique dependente de uma só atividade econômica, como ocorre em outros municípios do Pará?

Nós estamos terminando de formalizar a minuta do projeto para criar o nosso Fundo Municipal de Desenvolvimento, objetivando financiar micro e pequenos negócios e até grandes negócios. Queremos um Fundo bem gerido e fiscalizado. Muito antes de verticalizar a economia, precisamos diversificá-la. Queremos criar o nosso Distrito Industrial e incentivar outras alternativas de geração de emprego e renda.

Como está a relação com a empresa Vale?

Continua sendo uma grande parceira. Continuo acreditando nesse trabalho e declaro publicamente o quanto somos parceiros. Por mais dificuldades que estejamos enfrentando juntos, a gente acredita na fidelidade dessa parceria.

E a relação com a Câmara de Vereadores?

O caminho é continuar em harmonia. Os poderes são independentes, mas sempre tenho declarado que a Câmara tem sido parceira do município e todos os vereadores tem a sua parcela importante nesse processo. Temos um relacionamento respeitoso e acredito que, por mais que seja um ano eleitoral, em Canaã manteremos essa harmonia.

Alguns opositores da sua administração alegam que o senhor estaria deixando a desejar em ações de assistência social. O que o senhor tem feito pelo social?

O melhor que um governante pode fazer pelo social é justamente dar qualidade na educação para que todas as crianças possam estudar. ? dar qualidade no hospital para que as pessoas carentes tenham um atendimento digno. ? dar qualidade de acessibilidade a todas as pessoas, com asfalto. ? levar água, esgoto. ? nesse social que queremos continuar avançando. Queremos dar a mesma condição ao filho do pobre e do rico.

Qual a mensagem que o senhor deixa para a população nesse início de ano?

Estamos enfrentando um ano atípico, de mais preocupação com a crise e principalmente a crise da mineração, pois dependemos muito do sucesso dessa atividade. O que posso desejar é que de mãos dadas a gente enfrente isso, com otimismo, cabeça erguida, com muito trabalho, criatividade e responsabilidade, priorizando as necessidades mais básicas do município.

 
  Comentários
   
 
 
 
 
www.canaadoscarajas.pa.gov.br
Todos os direitos reservados 2013-2016. Prefeitura Municipal de Canaã dos Carajás, Pará, Brasil
Site desenvolvido pela ASCOM
Prefeito prevê 2016 difícil em todo o Brasil, mas garante que investimentos continuam: ??Não perdemos o otimismo?