Junto à comunidade, Prefeitura debate Lei de Diretrizes Orçamentárias

Junto à comunidade local e ao poder legislativo, a Prefeitura de Canaã dos Carajás debateu, na noite desta segunda-feira (27), a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) 2020. A audiência pública acontece com o objetivo de ouvir as demandas da população e, a partir disso, elaborar a Lei Orçamentária Anual (LOA) 2020, que define e possibilita a realização das metas e prioridades orçamentárias da gestão.

Flávio Lacerda, responsável pela apresentação do planejamento, explicou que tudo o que há na LOA é definido pela LDO. “A partir da audiência, a forma que serão feitos os investimento são orientados; então, nós temos as nossas metas definidas em conjunto com a sociedade. A Lei de Diretrizes, fazendo uma analogia, é a regra do jogo.”

O secretário de planejamento, Geam Meirey, reforçou a necessidade da participação popular na gestão pública. “Nós queremos uma nova metodologia para implantação do orçamento para 2020, a de mais participação popular. A nossa proposta é uma Loa mais participativa; queremos que a sociedade contribua com ações reais em todos os segmentos.”

Por sua vez, o prefeito em exercício Alexandre Pereira, destacou o potencial de Canaã dos Carajás e a importância do trabalho em conjunto para a construção de uma cidade melhor. “Canaã tem condições de ser uma das melhores cidades do Brasil para se viver. É tarefa de todos nós, poder público e sociedade, trabalhar em prol dessa cidade.”

Ainda na data, o governo apresentou à comunidade a previsão de orçamento para 2020. Inicialmente, está previsto que o município arrecade um total de R$ 647.520.350,02 (seiscentos e quarenta e sete milhões, quinhentos e vinte mil, trezentos e cinquenta mil reais e dois centavos). O valor representa um aumento em relação ao ano de 2019.

Os poderes executivo e legislativo ouviram às demandas da comunidade, responderam às dúvidas e vão levar em conta a opinião pública na elaboração da LOA.