Paraíso das Águas: Prefeitura de Canaã deve entregar em breve títulos de propriedade aos moradores do bairro

A prefeitura de Canaã dos Carajás, por meio do Instituto de Desenvolvimento Urbano (IDURB), já recebeu do cartório toda a documentação dos títulos de regularização dos imóveis do Paraíso das Águas. Ao todo, são 437 imóveis regularizados, sendo que destes 174 títulos beneficiarão famílias  que se enquadraram nos critérios que a lei define para Regularização de Interesse Social, ou seja, com renda familiar abaixo de 5 salários mínimos, portanto, essas famílias receberão seu título sem nenhum custo.

O Paraíso das Águas é o primeiro bairro do município a passar pela regularização fundiária coletiva do Programa “Canaã, Meu Lugar”. O projeto iniciou em novembro de 2017  e neste período várias etapas  foram cumpridas pelo IDURB, conforme determina a legislação, para que hoje a documentação dos imóveis pudesse ser emitida com segurança jurídica pelo cartório e as famílias pudessem ver seu sonho realizado.

O presidente do IDURB, Alisson Milhomen, destaca, no entanto, que o órgão ainda definirá uma data para a entrega dos títulos. Cada cidadão será convidado a participar e haverá ampla divulgação nos meios de comunicação.

Segundo ele, o processo só foi possível devido a uma grande união de esforços. “É uma vitória coletiva, que envolve todos os profissionais do IDURB, os moradores do bairro e todos que nos ajudaram nesse processo, especialmente o Cartório de Imóveis Mendes Soares pelo excelente trabalho prestado no registro da Reurb [Regularização Fundiária Urbana]”, definiu Alisson, em entrevista ao Programa Canaã Notícia, da Rádio Correio.

Ainda de acordo com Alisson, a administração seguirá com a regularização fundiária, envolvendo bairros da zona urbana e também as vilas da zona rural. “Estimamos que Canaã tenha mais de 12 mil imóveis para serem regularizados”, informou. “Terminado o projeto do Paraíso das Águas, já estamos trabalhando na Matrícula 19, que engloba 8 bairros  do município, região que compreende mais de 3 mil imóveis, que logo estarão aptos a serem regularizados”, concluiu.

COMPARTILHAR