Prefeitura decreta medidas de prevenção ao COVID-19 em Canaã dos Carajás

Como medida preventiva quanto à doença COVID-19, causada pelo Coronavírus, a prefeitura de Canaã dos Carajás publicou nesta quarta-feira (18) um decreto com uma série de ações que serão tomadas no âmbito municipal.

As ações tem prazo previsto de 15 dias, podendo ser revistas depois desse prazo. Entre elas estão a suspensão temporária das aulas em todos os estabelecimentos de ensino públicos e privados, de parte dos serviços de assistência social que necessitam de atendimento ao público, a suspensão da realização de eventos governamentais, comerciais e religiosos, além da suspensão do deslocamento intermunicipal, nacional ou internacional dos servidores públicos.

O decreto também prevê que academias, centros de treinamento esportivo e similares devem permanecer fechados pelo mesmo período. Bares, restaurantes e lanchonetes devem manter uma distância mínima de dois metros entre as mesas e o quantitativo máximo de 50 pessoas em seu interior.

Em relação à preparação da rede de saúde, a prefeitura lançou um número de atendimento: Disk Coronavírus (94) 99278-5942, que estará disponível das 8h às 18h, de segunda a sexta-feira, para que as pessoas que apresentem sintomas, tendo viajado ou não para outros estados e países, entrem em contato com a equipe do município. O atendimento será feito em domicílio, para evitar a aglomeração nas Unidades de Saúde e Hospital. No caso de sintomas leves, o indivíduo será colocado em quarentena domiciliar. Se os sintomas exigirem isolamento hospitalar, o Hospital Municipal preparou um Plano de Contingência, e pode liberar de quatro a 18 leitos de isolamento, a depender da necessidade. Já na eventualidade de um paciente grave, a prefeitura de Canaã conta com a Rede Estadual para alta complexidade.

“Canaã tem um fluxo muito grande de pessoas de outros estados e países e estamos nos baseando no ministério da Saúde, que tem tomado essas medidas, para podermos proteger a nossa população”, destacou o prefeito Jeová Andrade, em entrevista coletiva, para anunciar o decreto. Ele pediu o apoio da imprensa que “tem sido fundamental para esse apoio à sociedade”.

O presidente da Câmara de Vereadores, Wilson Leite, que participou do anúncio, destacou que toda a sociedade precisa se unir “pois é um momento que o mundo está passando”.Ele alertou ainda que as famílias não devem pensar que as medidas de restrição significam férias. “É responsabilidade nossa não propagar esse vírus”.

Durante a entrevista, a equipe da Secretaria Municipal de Saúde confirmou que um caso suspeito de contágio pelo novo vírus está em investigação em Canaã. A paciente é jovem e está em isolamento, juntamente com pessoas da família com quem teve contato.

Também participaram do anúncio os secretários municipais de Educação, Roselma Feitosa, de Saúde, Daiane Celestrini, de Desenvolvimento Social, Ronaldo Araújo, o coordenador de Vigilância em Saúde, Douglas Pacheco, e a diretora do Hospital Municipal, Juliana Queiroz, além dos vereadores Júnior Garra, João Nunes e Flávio Gomes.

LEIA MAIS

COMPARTILHAR