Saiba mais sobre a compra de kits de alimentação e cestas básicas pela prefeitura de Canaã

A prefeitura de Canaã dos Carajás, por meio das Secretarias de Educação e de Desenvolvimento Social, está em processo para entrega de kits de alimentação para todos os alunos da Rede Municipal (mais de 700 já receberam) e de cestas básicas para famílias prejudicadas pelo enfrentamento à pandemia do coronavírus.

Devido às medidas necessárias de isolamento, as aulas estão suspensas e muitas alunos, que tinham sua principal refeição na escola, não tem condições de manter a mesma alimentação no ambiente familiar. Da mesma forma, a Assistência Social passou a receber uma demanda alta por auxílio, inclusive de profissionais que, historicamente, não faziam parte desse público-alvo, como: pequenos empresários, artistas, chapas e vendedores ambulantes.

Tire suas dúvidas sobre esse processo abaixo:

Por que a prefeitura de Canaã lançou uma licitação para a compra de cestas básicas e kits de alimentação?

Devido ao enfrentamento à pandemia do coronavírus, as aulas estão suspensas, prejudicando muitos alunos que costumavam fazer suas principais refeições na escola. Também há centenas de famílias que passam por dificuldades, incluindo vendedores ambulantes, artistas e pequenos empresários que, ou não podem abrir seus negócios, ou estão tendo perdas financeiras. Por isso, foram lançadas duas licitações: uma para compra de kits de alimentação para os alunos e outra para a compra de cestas básicas.

Porque serão comprados mais de 58 mil kits de alimentação e 38 mil cestas básicas?

O correto, na verdade, é dizer que essa quantidade foi orçada. No modelo de processo de tomada de preço, a administração só precisa contratar o que usar. A Secretaria de Educação fez uma previsão para atender os mais de 12 mil alunos por até cinco meses, e a Assistência Social para atender a demanda por cestas e kits de higiene por até oito meses. Mas, se conseguirmos passar pela pandemia antes, e as aulas retornarem, não será preciso comprar tudo o que foi orçado. Esse modelo é o ideal quando não se sabe a quantidade certa a se contratar, para evitar um novo processo burocrático.

Qual o valor de aquisição destas cestas?

A respeito dos valores, todos foram pautados com base em banco de preços nacional, sendo orçados inicialmente em R$ 128,71 para as cestas a serem distribuídas pelo Fundo Municipal de Assistência Social e o Fundo Municipal de Educação, por sua vez, orçou o Kit de alimentação a ser distribuídos aos educandos em R$ 142,71. Durante a fase de lances dos certames, onde houve disputa simultânea nove empresas e os valores caíram para R$ 94,50 para a aquisição das cestas básicas e para R$ 112,00. Com isso, os valores finais a serem contratados pelo município tiveram redução de 27% e 21,57%, respectivamente.

COMPARTILHAR