Saúde: Mudança na contratação dá fôlego à folha de pagamento e permite introdução de novas especialidades

A mudança realizada pela prefeitura de Canaã dos Carajás, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, na forma de contratação de médicos para as Unidades Básicas de Saúde (UBS) permitiu o acesso a novas especialidades médicas à população, além de ajudar a dar fôlego a folha de pagamento. Desde o dia 1º de janeiro, quatro empresas de Serviços Médicos são responsáveis pela contratação direta de profissionais, que antes eram contratados pela Secretaria. Não houve alteração no regime de trabalho dos médicos que são concursados.

A mudança vinha sendo discutida há cerca de um ano, com base em experiências exitosas em outros municípios e Estados. A partir disso, foi realizado um processo de credenciamento, que teve como vencedoras as empresas Clínica Araguaya Serviços Médicos EIRELI, L. Castro & Companhia LTDA, J. M. Serviços Médicos EIRELI, Central Med Centro de Medicina do Trabalho LTDA.

“Entre as novas especialidades que passamos a atender, estão a neurologia e a urologia, que eram um desejo da população, mas tínhamos dificuldade de atender, pois nossa folha estava sempre perto do limite”, destacou a secretária municipal de Saúde, Daiane Celestrini.

A secretária destacou ainda que a empresa responsável pelos serviços médicos vem priorizando os profissionais locais, que já atuavam nas Unidades, a quais a população já está habituada. “Todo o processo de mudança gera um pouco de desgastes e necessita de adequações, mas estamos atentos a isso”, reforçou ainda.

Atendimento estendido

Vale destacar que o funcionamento das Unidades de Saúde segue no mesmo horário: das 8h às 19h, sem pausa para o horário de almoço e sem a necessidade de distribuição de senhas. O horário estendido, implantado em abril deste ano, foi pioneiro na região e ajudou a desafogar o atendimento do Hospital e impulsionar o número de cirurgias eletivas, por exemplo.

“Uma das nossas exigências é a manutenção do horário estendido, e os profissionais têm um dia de compensação pelas horas ultrapassadas”, informou ainda a secretária.

COMPARTILHAR